Dieese refuta estudo da CNI que distorce dados do funcionalismo. Condsef repudia

28/10/2020 17:20

 

A sociedade passa assim a defender

 

Análises distorcidas como as divulgadas também pelo Instituto Millenium e Banco Mundial ajudam governo a conduzir projeto de desmonte do Estado e precisam ser confrontada

 

O Dieese divulgou documento onde critica estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI) que coloca o Brasil na sétima posição entre os países que mais gastam com o funcionalismo público. A análise distorce a realidade. O Dieese destaca que o equívoco está no fato de que a estatística citada, da base de dados do Fundo Monetário Internacional (FMI), se limita a servidores públicos em atividade, não incluindo aposentados. Além desse erro considerado grosseiro pelo departamento, a CNI desconsidera que os dados do FMI não são bem padronizados, distorcendo a comparação entre países. A Condsef/Fenadsef repudia esses dados que para a entidade fazem parte da guerra de narrativa que ajuda o governo Bolsonaro-Guedes a conduzir seu projeto de desmonte do Estado, mais recentemente na tentativa de impor sua reforma Administrativa (PEC 32/20).

 

O Dieese segue a análise destacando que enquanto no Brasil as despesas intra-orçamentárias (contribuição do governo aos Regimes Próprios) e a imputação contábil do déficit previdenciário inflam os gastos com pessoal apresentados ao FMI, na maior parte dos países da OCDE isto não é feito. Sem as imputações, o gasto com servidores ativos no Brasil está no mesmo patamar do que a média da OCDE, observa o Dieese.

 

Dívida pública

Todos os estudos que imputam ao funcionalismo os maiores gastos do orçamento ainda desconsideram um dado crucial que envolve os gastos com pagamento de juros da dívida pública brasileira. Todo ano pagamos bilhões e mais bilhões a bancos para não receber nada em troca. A cada três meses a SELIC, taxa básica de juros, é redefinida. Os economistas não se cansam de dizer que a SELIC seria um mecanismo para controlar a inflação, mas na verdade se trata de garantir que os bancos controlem os gastos do governo. Há anos a Auditoria Cidadã da Dívida denuncia esse sistema que só em 2019 consumiu quase 40% de todo o orçamento público (38,27%).

 

Excesso de pessoal e média salarial

Nas análises distorcidas também entram a versão propagada pelo governo de que o serviço público brasileiro concentra um excesso de pessoal, o que não corresponde a verdade. Até mesmo o governo reconheceu em uma nota recente (Nota Econômica nº 15/2020) que o Brasil está abaixo no percentual total de empregados pelo setor público. Enquanto a média dos países da OCDE é de 21,1% no Brasil a média é de 12,5% da população empregada pelo Estado.

 

A média salarial é outro embate nas análises e estudos. Enquanto muitos julgam que a média salarial no serviço público é superior à da iniciativa privada a realidade mostra que a verdade é que essa média é equilibrada. Tirando excessões que se concentral principalmente em carreiras como magistrados e parlamentares, os servidores de carreira e concursados, 93% do funcionalismo brasileiro que está no Poder Executivo, tem média salarial de R$ 4.200,00. Outro dado corroborado por estudos e análises do Dieese.

 

O documento ainda reforça que na prática, a reforma Administrativa é condicionada pela ideologia do Estado mínimo e pelas políticas de austeridade centradas nos cortes de despesa que dificultam a retomada dos investimentos e do crescimento, desprotegem quem mais precisa dos serviços públicos de saúde, educação, assistência e outras políticas públicas fundamentais e garantidas pela Constituição, além de desorganizar, ao invés de aperfeiçoar, a administração governamental.

 

Verdades e mentiras

A Condsef/Fenadsef vem divulgando em suas redes sociais, no Facebook, Twitter e Instagram, uma campanha que reforça verdades e mentiras sobre o funcionalismo público. O objetivo é trazer luz e esclarecer informações que são propagadas como regra geral quando o assunto são servidores e serviços públicos. Tais máximas desinformam a sociedade e são muito usadas pelo governo e repetidas também pela grande mídia. Isso gera na população, principalmente a que mais depende de serviços públicos, a impressão equivocada de que reformas feitas para enfraquecer e piorar o atendimento, abrindo campo para as privatizações, são necessárias.

 

A sociedade passa assim a defender propostas que serão nocivas acreditando nas muitas mentiras propagadas sobre servidores e serviços públicos. A reforma Administrativa (PEC 32/20), proposta pelo governo Bolsonaro, é um verdadeiro tiro no pé da população usuária de serviços públicos. Nos acompanhe nas redes e ajude a divulgar e esclarecer as verdades e mentiras sobre o funcionalismo. Essa é uma luta diária e permanente em defesa do Brasil.

 

 

Fonte: Condsef/Fenadsef

CUT Pode Mais com A Classe

21/01/2021 09:29
Por que as instituições não reagem à altura a Bolsonaro Categoria: Agência DIAP   Publicado: 19 Janeiro 2021 Bolsonaro Marcos Verlaine Congresso Nacional Imprensa Judiciário instituições da democracia reação Em 28 anos ou 7 mandatos como deputado federal, o...
31/10/2020 09:55
Estudo alerta que, apesar de queda de casos e mortes, situação em cidades como Florianópolis e Fortaleza podem indicar ameaça de retomada da covid-19 Por Gabriel Valery, da RBA   NAILANA THIELY/ ASCOM UEPA Brasil é o segundo país com mais mortes,...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Notícias

21/01/2021 09:34
Fogo atinge o terminal 1 do Instituto Serum da Índia, maior produtor do mundo da vacina AstraZeneca, usada contra a Covid-19 Por Plinio Teodoro   21 jan 2021 - 07:53 Incêndio no Instituto Serum, maior fabricante de vacinas do mundo, na Índia...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

CUT Pode Mais com A Classe

21/01/2021 09:29
Por que as instituições não reagem à altura a Bolsonaro Categoria: Agência DIAP   Publicado: 19 Janeiro 2021 Bolsonaro Marcos Verlaine Congresso Nacional Imprensa Judiciário instituições da democracia reação Em 28 anos ou 7 mandatos como deputado federal, o...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

CUT Pode Mais com A Classe

21/01/2021 09:29
Por que as instituições não reagem à altura a Bolsonaro Categoria: Agência DIAP   Publicado: 19 Janeiro 2021 Bolsonaro Marcos Verlaine Congresso Nacional Imprensa Judiciário instituições da democracia reação Em 28 anos ou 7 mandatos como deputado federal, o...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

CUT Pode Mais com A Classe

21/01/2021 09:29
Por que as instituições não reagem à altura a Bolsonaro Categoria: Agência DIAP   Publicado: 19 Janeiro 2021 Bolsonaro Marcos Verlaine Congresso Nacional Imprensa Judiciário instituições da democracia reação Em 28 anos ou 7 mandatos como deputado federal, o...
31/10/2020 09:55
Estudo alerta que, apesar de queda de casos e mortes, situação em cidades como Florianópolis e Fortaleza podem indicar ameaça de retomada da covid-19 Por Gabriel Valery, da RBA   NAILANA THIELY/ ASCOM UEPA Brasil é o segundo país com mais mortes,...
30/10/2020 19:04
Em simulação de 2º turno, a candidata do PCdoB aparece em empate técnico com Fortunati e Melo e vence Marchezan   Redação Brasil de Fato | Porto Alegre (RS) |   30 de Outubro de 2020 às...
28/10/2020 17:20
  A sociedade passa assim a defender   Análises distorcidas como as divulgadas também pelo Instituto Millenium e Banco Mundial ajudam governo a conduzir projeto de desmonte do Estado e precisam ser confrontada   O Dieese divulgou documento onde critica estudo da Confederação...
07/10/2020 18:45
  A carne bovina aumentou em 16 capitais   Os preços da cesta básica coletados pelo Dieese subiram, em setembro, nas 17 capitais pesquisadas. No ano, o instituto só não apurou alta em Brasília. No acumulado em 12 meses, o aumento também é generalizado, de acordo com os dados divulgados na...
06/10/2020 17:28
  (Foto: Reprodução)     “(...) Não transformem a casa do meu Pai num mercado” (Jesus, na Bíblia, em João, 2, 16).   Nossa geração está perdida: precisamos agora corrigir os rumos da história para salvar a próxima. Como nossos netos estudarão...
28/09/2020 14:48
Saúde slider lateral Slider principal  RS já registra mais de 177 mil casos de covid-19   23 de setembro de 2020   Imprensa Sindsepe  0 comentários Foram registrados 2.251 novos casos e 63 óbitos nas últimas 24h; estado já soma...
21/09/2020 18:48
A CUT-RS vai realizar no próximo dia 3 de outubro (sábado), das 9h às 13h, uma plenária estadual virtual para atualizar o debate da conjuntura brasileira e gaúcha, socializar o balanço e fortalecer as ações prioritárias e a agenda de lutas do segundo semestre. A previsão é de cerca de 400...
16/09/2020 09:33
Em audiência de conciliação no TST, direção da ECT mostra intransigência, não negocia e julgamento de dissídio fica para 21/09   Terminou agora a pouco reunião de conciliação convocada pela ministra do TST Kátia Arruda. A reunião deu início com a ministra fazendo resgate...
05/09/2020 16:35
A campanha da CUT-RS contra o tarifaço do governador Eduardo Leite (PSDB) não para. Após a divulgação de vários cards nas redes sociais, começaram a ser distribuídos nesta sexta-feira (4) milhares de panfletos com a manchete “Não vamos pagar a conta de novo”, denunciando as maldades da...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Contato

CUT Pode Mais cutpodemais@gmail.com