Caos de Manaus deve se repetir em outras cidades, alertam especialistas

15/01/2021 17:11

Rio de Janeiro e Roraima têm hospitais com 100% dos leitos de UTIs ocupados nesta sexta-feira

Publicado 15/01/2021 - 

Fundação Oswaldo Cruz alerta que a ocupação dos leitos de UTI nos hospitais de todo o país está em seu nível mais alto desde julho do ano passado
1
38

São Paulo – O caos registrado em Manaus, que sofre com a falta de leitos e oxigênio para pacientes de covid-19, deverá se repetir em outras cidades do Brasil. Especialistas alertam que a falta de ações mais duras para frear a pandemia, somada à negligência do presidente Jair Bolsonaro, coloca em risco a capacidade de atendimento do sistema de saúde, que não deve suportar a demanda.

Na capital do Amazonas, faltam leitos e o sistema de saúde e funerário já enfrenta colapso. Nesta quinta-feira (14), hospitais pediram socorro pela falta de oxigênio para tratar seus pacientes. O problema não está só na região Norte do país, pois a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), alerta que a ocupação dos leitos de UTI nos hospitais de todo o país está em seu nível mais alto desde julho do ano passado. O balanço da organização mostra que 21 estados, mais a cidade do Rio de Janeiro, têm hoje níveis médios ou críticos de ocupação.

 

erson Salvador, médico infectologista e especialista em Saúde Pública, afirma que o Brasil vive um “filme repetido” com o descontrole da pandemia. “A queda na adesão ao distanciamento e isolamento, somada à narrativa do controle da pandemia, criou condições desfavoráveis. Então, o que ocorre em Manaus, hoje, pode se repetir em São Paulo e Rio de Janeiro, que já desafiam o sistema de saúde e sua capacidade de atendimento”, alertou à RBA.

 

Nesta sexta-feira (19), a capital fluminense chegou a ocupação máximas dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 disponíveis, segundo o sistema da prefeitura. Além disso, o Hospital Geral de Roraima também viu os leitos de UTI e leitos semi-intensivos para coronavírus atingirem 100% de ocupação.

A sanitarista Lumena Furtado, mestre em Saúde Pública, diz que a situação de Manaus não é isolada, diante do projeto “necropolítico” do governo Bolsonaro. “Vemos em todos os municípios o crescimento da pandemia, em número de mortes e casos, que tem sido insustentável. Sem uma ação efetiva, veremos novos casos igual ao de Manaus ocorrendo pelo país”, lamenta.

Além do Amazonas e Rio de Janeiro, os estados de Amapá, Pernambuco, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal estão em nível crítico, com mais de 80% dos leitos de UTI ocupados. A capital Macapá chegou a 94,6% das unidades intensivas lotadas, hoje.

Ações de controle

De acordo com Gerson Salvador, o Brasil criou a narrativa da epidemia em controle e a da imunidade de rebanho, mas Manaus provou o contrário. O especialista defende algumas frentes de esforços, entre elas, a retomada dos hospitais de campanha e investimentos emergenciais em insumos.

“Após o desmonte dos hospitais de campanha, precisam retomar o aumento de leitos. É preciso também prestar atenção aos suprimentos, pois já ocorreu a falta de sedativos e oxigenação no ano passado”, citou, ao lembrar da falta de respiradores, durante o início da pandemia.

 

Na avaliação dele, os municípios precisam aumentar as medidas de distanciamento e fechar as atividades que não sejam estritamente necessárias. Porém, ele alerta sobre a aplicação de um lockdown. “Se acontecer, precisa de suporte econômico e material, para não deixar pessoas morrendo de fome. Em Manaus, por exemplo, já passou da hora de adotar o lockdown e, cidades que já estão chegando ao limite, também precisam adotar”, defendeu.

Lumena aponta para outra frente necessária: a articulação do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o território nacional. A especialista em Saúde Pública diz que a desarticulação, provocada pelo governo federal, dificulta o enfrentamento da pandemia.

“O SUS tem capacidade para enfrentar essa situação e sem seu fortalecimento, fica difícil conter a pandemia. Para isso, eu indicaria essas ações fundamentais: garantir, através do Congresso, um financiamento adequado ao SUS para garantir os insumos necessários; o fortalecimento da articulação entre estados e municípios; o SUS assumir a regulação do sistema público e privado, desde leitos e serviços ambulatoriais; compras centralizadas de insumos e o acesso à vacina; e o isolamento mais sério nas cidades”, defendeu.

Genocídio de Bolsonaro

Na última segunda-feira (11), o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, esteve em Manaus e se encontrou com o prefeito da cidade, David Almeida (Avante) e com o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC). Pazuello pediu autorização para encorajar o uso de remédios comprados em larga escala pelo governo de Jair Bolsonaro, como a cloroquina e a ivermectina, nas Unidades Básicas de Saúde.

Em documento enviado à secretaria de Saúde de Manaus, o ministério de Pazuello trata como “inadmissível” a não utilização desses remédios, sem eficácia comprovada pelos doentes atingidos pelo novo coronavírus.

Lumena Furtado afirma que para garantir o combate à Covid-19 é urgente um engajamento coletivo pelo impeachment de Jair Bolsonaro. “Ele é um presidente genocida, que não permite frear a pandemia, muito menos o aumento da desigualdade, como estamos vivenciando. A vacinação é uma agenda central, assim como o impeachment de Bolsonaro”, afirmou.

O governo Bolsonaro tem uma agenda clara de boicotar a medicina e a vacinação, critica Gerson Salvador. “Ele divulga tratamentos e medicamentos ineficazes, como cloroquina e ivermectina, num cenário em que os estudos não recomendam. Ele ainda deixa faltar o que é fundamental: a terapia com oxigênio. Então, é uma agenda de morte. O governo Bolsonaro promove um verdadeiro genocídio, que não é omissão, é algo deliberado. É um crime”, finalizou.

www.redebrasilatual.com.br/saude-e-ciencia/2021/01/caos-manaus-repetir-outras-cidades/

CUT Pode Mais com A Classe

03/03/2021 09:37
Redação Rede Brasil Atual |   03 de Março de 2021 às 08:44     Faz 25 anos que a tabela não é integralmente atualizada - Marcelo Camargo /Agência Brasil Na campanha eleitoral de 2018, o então candidato...
01/03/2021 18:26
Fabrice Coffrini/AFP De Jamil Chade e Nathan Lopes no UOL, , com informações dos diálogos hackeados, periciados e apreendidos na Operação Spoofing da Polícia Federal, envolvendo procuradores da Lava Jato, Deltan Dallagnol e o ex-juiz Sergio Moro. A força-tarefa...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Notícias

04/03/2021 16:19
A população brasileira se tornou —e grande parte se submeteu— a ser cobaia de um experimento de perversão inédito na história LIANE BRUM   Afirmar que a covid-19 está fora de controle no Brasil por incompetência de Jair Bolsonaro é um erro. É o mesmo...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

CUT Pode Mais com A Classe

03/03/2021 09:37
Redação Rede Brasil Atual |   03 de Março de 2021 às 08:44     Faz 25 anos que a tabela não é integralmente atualizada - Marcelo Camargo /Agência Brasil Na campanha eleitoral de 2018, o então candidato...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

CUT Pode Mais com A Classe

03/03/2021 09:37
Redação Rede Brasil Atual |   03 de Março de 2021 às 08:44     Faz 25 anos que a tabela não é integralmente atualizada - Marcelo Camargo /Agência Brasil Na campanha eleitoral de 2018, o então candidato...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

CUT Pode Mais com A Classe

03/03/2021 09:37
Redação Rede Brasil Atual |   03 de Março de 2021 às 08:44     Faz 25 anos que a tabela não é integralmente atualizada - Marcelo Camargo /Agência Brasil Na campanha eleitoral de 2018, o então candidato...
01/03/2021 18:26
Fabrice Coffrini/AFP De Jamil Chade e Nathan Lopes no UOL, , com informações dos diálogos hackeados, periciados e apreendidos na Operação Spoofing da Polícia Federal, envolvendo procuradores da Lava Jato, Deltan Dallagnol e o ex-juiz Sergio Moro. A força-tarefa...
24/02/2021 17:02
Ofício nº 05/2021 – AJD Porto Alegre, 23 de fevereiro de 2021. Ao Governador do Rio Grade do Sul Sr. Eduardo Figueiredo Cavalheiro Leite   Assunto: Pedido de Lockdown para o Estado do Rio Grande do Sul   Excelentíssimo Senhor Governador, A Associação Juízes para a Democracia (AJD), por...
31/01/2021 09:14
27 de janeiro de 2021 Por redação Só Notícia Boa - Compartilhar           ADecrease font size. AIncrease font...
21/01/2021 09:29
Por que as instituições não reagem à altura a Bolsonaro Categoria: Agência DIAP   Publicado: 19 Janeiro 2021 Bolsonaro Marcos Verlaine Congresso Nacional Imprensa Judiciário instituições da democracia reação Em 28 anos ou 7 mandatos como deputado federal, o...
31/10/2020 09:55
Estudo alerta que, apesar de queda de casos e mortes, situação em cidades como Florianópolis e Fortaleza podem indicar ameaça de retomada da covid-19 Por Gabriel Valery, da RBA   NAILANA THIELY/ ASCOM UEPA Brasil é o segundo país com mais mortes,...
30/10/2020 19:04
Em simulação de 2º turno, a candidata do PCdoB aparece em empate técnico com Fortunati e Melo e vence Marchezan   Redação Brasil de Fato | Porto Alegre (RS) |   30 de Outubro de 2020 às...
28/10/2020 17:20
  A sociedade passa assim a defender   Análises distorcidas como as divulgadas também pelo Instituto Millenium e Banco Mundial ajudam governo a conduzir projeto de desmonte do Estado e precisam ser confrontada   O Dieese divulgou documento onde critica estudo da Confederação...
07/10/2020 18:45
  A carne bovina aumentou em 16 capitais   Os preços da cesta básica coletados pelo Dieese subiram, em setembro, nas 17 capitais pesquisadas. No ano, o instituto só não apurou alta em Brasília. No acumulado em 12 meses, o aumento também é generalizado, de acordo com os dados divulgados na...
06/10/2020 17:28
  (Foto: Reprodução)     “(...) Não transformem a casa do meu Pai num mercado” (Jesus, na Bíblia, em João, 2, 16).   Nossa geração está perdida: precisamos agora corrigir os rumos da história para salvar a próxima. Como nossos netos estudarão...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Contato

CUT Pode Mais cutpodemais@gmail.com