Bolsonaro reduz em 50% valor do auxílio emergencial que vai até dezembro

01/09/2020 19:44

CUT e demais centrais sindicais rejeitam redução do valor. Nenhum real a menos, dizem por meio de nota em que propõem ao Congresso Nacional que prorrogue a ajuda de R$ 600 até dezembro

 

 Publicado: 01 Setembro, 2020 - 11h41 | Última modificação: 01 Setembro, 2020 - 11h55

Escrito por: Redação CUT

 AGÊNCIA BRASIL
notice

O presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL) anunciou nesta terça-feira (1º) a prorrogação do pagamento auxílio emergencial por mais quatro meses, mas reduziu o valor pela metade. Até dezembro, os trabalhadores e trabalhadoras informais, desempregados e microempreendedores individuais receberão apenas R$ 300,00. Até agora, a Caixa Econômica Federal depositou, no total, cinco parcelas de R$ 600,00 para os beneficiários do auxílio.

A CUT e demais centrais sindicais reagiram imediatamente ao anúncio, por meio de nota, rejeitando a redução do valor e propondo ao Congresso Nacional que prorrogue até dezembro o benefício de R$ 600,00, valor aprovado por deputados e senadores em março, quando foi decretada a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Consideramos fundamental que os parlamentares da Câmara dos Deputados e do Senado Federal qualifiquem o debate deliberativo sensibilizando todo o parlamento para a relevância da renovação desse benefício”, diz trecho da nota.

Para prorrogar o pagamento do auxílio, o governo vai encaminhar uma medida provisória ao Congresso Nacional - deputados e senadores têm de aprovar a medida -, como ocorreu em março, quando Bolsonaro queria pagar R$ 200,00 de auxílio. Depois de muita pressão dos deputados da bancada de oposição, da CUT, demais centrais e movimentos sociais, a ajuda foi aumentada para R$ 600,00, valor defendido pelas centrais, desde o início da crise sanitária.

Menos beneficiários

Além de reduzir o valor do valor do auxílio emergencial, o governo estuda endurecer as regras para concessão do benefício. Uma das novas travas para negar o auxílio está relacionada a famílias que recebem três cotas, como nos casos em que mães chefes de família estão recebendo atualmente duas cotas duas cotas – R$ 1.200,00 – e um filho maior de idade recebe mais uma cota, totalizando R$ 1.800,00 para a família. O governo quer impedir o pagamento da terceira cota.

Na nota divulgada assim que Bolsonaro anunciou a prorrogação do auxílio com valor menor, as centrais também afirmam que o Congresso tem de manter os critérios de acesso ao benefício e manter o mesmo universo de beneficiários.

De acordo com a nota, a proposta de um Abono Emergencial para proteger os trabalhadores mais vulneráveis, que trabalham por conta própria ou como autônomos, entre outros, apresentada pelas centrais já provava que era necessário e possível a ajuda de R$ 600,00 - R$ 1.200,00 para mães chefes de família.

“Essa medida beneficiou mais de 65 milhões de pessoas, impedindo que caíssem na pobreza, criando uma proteção econômica efetiva para as famílias mais vulneráveis, bem como ajudou a sustentar o consumo de bens e serviços essenciais, em especial nas regiões mais pobres do país”, diz a nota.

Confira aqui a íntegra da nota das centrais.

 

CUT Pode Mais com A Classe

31/10/2020 09:55
Estudo alerta que, apesar de queda de casos e mortes, situação em cidades como Florianópolis e Fortaleza podem indicar ameaça de retomada da covid-19 Por Gabriel Valery, da RBA   NAILANA THIELY/ ASCOM UEPA Brasil é o segundo país com mais mortes,...
30/10/2020 19:04
Em simulação de 2º turno, a candidata do PCdoB aparece em empate técnico com Fortunati e Melo e vence Marchezan   Redação Brasil de Fato | Porto Alegre (RS) |   30 de Outubro de 2020 às...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Notícias

15/01/2021 17:29
Em meio às imagens dramáticas da capital amazonense, surge trecho de uma entrevista antiga do presidente: “Minha especialidade é matar, sou capitão de artilharia” Por Lucas Vasques   15 jan 2021 - 16:21   Foto:...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

CUT Pode Mais com A Classe

31/10/2020 09:55
Estudo alerta que, apesar de queda de casos e mortes, situação em cidades como Florianópolis e Fortaleza podem indicar ameaça de retomada da covid-19 Por Gabriel Valery, da RBA   NAILANA THIELY/ ASCOM UEPA Brasil é o segundo país com mais mortes,...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

CUT Pode Mais com A Classe

31/10/2020 09:55
Estudo alerta que, apesar de queda de casos e mortes, situação em cidades como Florianópolis e Fortaleza podem indicar ameaça de retomada da covid-19 Por Gabriel Valery, da RBA   NAILANA THIELY/ ASCOM UEPA Brasil é o segundo país com mais mortes,...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

CUT Pode Mais com A Classe

31/10/2020 09:55
Estudo alerta que, apesar de queda de casos e mortes, situação em cidades como Florianópolis e Fortaleza podem indicar ameaça de retomada da covid-19 Por Gabriel Valery, da RBA   NAILANA THIELY/ ASCOM UEPA Brasil é o segundo país com mais mortes,...
30/10/2020 19:04
Em simulação de 2º turno, a candidata do PCdoB aparece em empate técnico com Fortunati e Melo e vence Marchezan   Redação Brasil de Fato | Porto Alegre (RS) |   30 de Outubro de 2020 às...
28/10/2020 17:20
  A sociedade passa assim a defender   Análises distorcidas como as divulgadas também pelo Instituto Millenium e Banco Mundial ajudam governo a conduzir projeto de desmonte do Estado e precisam ser confrontada   O Dieese divulgou documento onde critica estudo da Confederação...
07/10/2020 18:45
  A carne bovina aumentou em 16 capitais   Os preços da cesta básica coletados pelo Dieese subiram, em setembro, nas 17 capitais pesquisadas. No ano, o instituto só não apurou alta em Brasília. No acumulado em 12 meses, o aumento também é generalizado, de acordo com os dados divulgados na...
06/10/2020 17:28
  (Foto: Reprodução)     “(...) Não transformem a casa do meu Pai num mercado” (Jesus, na Bíblia, em João, 2, 16).   Nossa geração está perdida: precisamos agora corrigir os rumos da história para salvar a próxima. Como nossos netos estudarão...
28/09/2020 14:48
Saúde slider lateral Slider principal  RS já registra mais de 177 mil casos de covid-19   23 de setembro de 2020   Imprensa Sindsepe  0 comentários Foram registrados 2.251 novos casos e 63 óbitos nas últimas 24h; estado já soma...
21/09/2020 18:48
A CUT-RS vai realizar no próximo dia 3 de outubro (sábado), das 9h às 13h, uma plenária estadual virtual para atualizar o debate da conjuntura brasileira e gaúcha, socializar o balanço e fortalecer as ações prioritárias e a agenda de lutas do segundo semestre. A previsão é de cerca de 400...
16/09/2020 09:33
Em audiência de conciliação no TST, direção da ECT mostra intransigência, não negocia e julgamento de dissídio fica para 21/09   Terminou agora a pouco reunião de conciliação convocada pela ministra do TST Kátia Arruda. A reunião deu início com a ministra fazendo resgate...
05/09/2020 16:35
A campanha da CUT-RS contra o tarifaço do governador Eduardo Leite (PSDB) não para. Após a divulgação de vários cards nas redes sociais, começaram a ser distribuídos nesta sexta-feira (4) milhares de panfletos com a manchete “Não vamos pagar a conta de novo”, denunciando as maldades da...
01/09/2020 19:44
CUT e demais centrais sindicais rejeitam redução do valor. Nenhum real a menos, dizem por meio de nota em que propõem ao Congresso Nacional que prorrogue a ajuda de R$ 600 até dezembro    Publicado: 01...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Contato

CUT Pode Mais cutpodemais@gmail.com